suplementos na gravidez

Suplementos na gravidez

Posted on Posted in Neurodesenvolvimento

Suplementos nutricionais antes e durante a gravidez: a sua importância.

Existem suplementos nutricionais recomendados antes e durante a gravidez, reforçando a garantia do seu aporte nutricional adequado neste período fulcral de desenvolvimento do sistema nervoso (especialmente logo nas primeiras 12 semanas da gestação).

“Antes da gravidez (preconceção), a mulher portuguesa deve iniciar suplementos de ácido fólico e de iodo”, de acordo com as orientações da Direção Geral de Saude (DGS) e Organização Mundial de Saúde (OMS).

suplementos nutricionais

O ácido fólico, essencial para a saúde materna, tem um papel fulcral no desenvolvimento do sistema nervoso do feto, pelo que o suplemento em ácido fólico deve iniciar-se antes da conceção (pelo menos 4 semanas antes; dose diária recomendada de 400 μg/dia).

Desde há muitos anos que existe forte evidência ciêntifica da importância do ácido fólico na prevenção da maioria dos casos de doenças por defeitos do tubo neural.

Os defeitos ao nascimento ainda são um problema importante de saúde pública mundiais, ocorrendo em cerca de 2 a 3% de nascimentos na União Europeia. Os defeitos do tubo neural (exemplos: espinha bífida, anencefalia), com elevada incidência e gravidade, são as principais malformações congénitas potencialmente preveníveis com a administração periconcecional de suplementos de ácido fólico.

alimentos ricos em ácido fólico

O ácido fólico é uma forma sintética de folatos, vitaminas do complexo B que ocorrem naturalmente num grande número de alimentos, nomeadamente vegetais (exemplos: espinafres, bróculos), leguminosas (exemplos: feijão, milho, grão), fruta (laranja, frutos vermelhos), fígado, tomate, amendoa, amendoim, avelã, caju e cacao. A alimentação deve fornecer com regulariedade esta vitamina, pois não existem reservas no organismo humano.

Os suplementos de ácido fólico reduzem o risco fetal de defeitos do tubo neural e, o nível de proteção aumenta com maior dose. Estudos recentes indicam maior risco de anomalias do tubo neural em caso de obesidade materna, pelo que é aconselhável maior dose de suplementos periconcecionais de ácido fólico.

Outros suplementos na gravidez:

O iodo tem um papel fundamental na síntese das hormonas da tiróide maternas, importantes para a adequada maturação do sistema nervoso central do feto.

Alguns estudos revelaram uma deficiência de iodo em populações de risco em Portugal, pelo que é recomendada a sua administração (sob a forma de iodeto de potássio) a mulheres antes da gravidez, ao longo de toda a gravidez e durante a amamentação. No entanto, poderá estar contraindicado em casos de doença da tiróide da Mãe.

Geralmente, uma alimentação completa e equilibrada permite assegurar as necessidades diárias habituais de muitos nutrientes (nomeadamente de ácido fólico, iodo e ferro), pelo que muitas gravidezes não planeadas decorrem normalmente.
No entanto, há já estudos que aconselham a toma de multivitaminico com ácido fólico por todas as mulheres em idade fertil (12 aos 45 anos).
Deve ser evitado o consumo de alcoól, tabaco, substâncias tóxicas e medicamentos teratogénicos (associados a malformações fetais) – por exemplo, antiepiléticos (antagonistas do ácido fólico).

Aconselhamos uma gravidez planeada e vigiada!

Bibliografia:

–  Norma de Orientação Clínica nº 011/2013 de 26/08/2013, Direcção Geral de Saúde (DGS)
Cawley S1, Mullaney L, McKeating A, Farren M, McCartney D, Turner MJ. A review of European guidelines on periconceptional folic acid supplementation. Eur J Clin Nutr. 2015 Sep 9.

Leave a Reply